Páginas

31 de out de 2010

Alma lavada!!!

O povo brasileiro venceu. Estou muito feliz pela eleição de Dilma. Digo isto mesmo considerando todas as limitações dos governos em geral e dos governos de esquerda dentro da ordem capitalista. Apesar destas ressalvas, acredito que muito brasileiros, sob a égide de um bloco de centro-esquerda, poderão melhorar sua condição de vida material, inclusive em relação ao bens culturais. Estes quatro anos não serão fáceis: a oposição da Direita, cada vez mais golpista e reacionária, aliada às 5 ou 6 famílias dos conglomerados de comunicação, vão exercer uma pressão muito maior a partir de 2011. A luta nas ruas, nas urnas, nos espaços públicos e INTERNET, deve continuar, pois um Tea Party se forma no Brasil. Devemos aprofundar as mudanças sociais: comida, emprego e educação de qualidade para todos!!!
Abraços de um brasileiro feliz!!!

3 comentários:

Iago José disse...

Professor,
Vamos por parte abordar alguns exageros que percebi no texto:
1) A imprensa esteve todo o tempo ao lado de Dilma e do PT, inclusive os tais conglomerados de comunicação que você cita.Um dos milhares de exemplos que eu poderia citar, está na felicidade de Willian Bonner ao anunciar ao vivo a vitória da ex-guerrilheira, que ao lado de Alexandre Garcia, até gagueja. Garcia ainda diz isso, e Bonner rapidamente se recompõem, afinal, a Rede Globo, pouco menos que a Record, está ao lado do PT, do poder, com medo de repressão. E assim se faz com a maioria dos canalhas de esquerda, que articulam demagogias e mentiras infundadas em invenções mirabolantes. Afinal, quem são os ídeolos da esquerda? Che? Fidel?
2)O senhor esqueceu de mencionar que não foi Dilma que ganhou, mas José Dirceu, Sarney, Teme, Renan Calheiros, Palocci, Fernando Collor e Cia. Toda a trupe. Os grandes coronéis do Nordeste estão de volta. Eu pensei que o senhor fosse contra o detrimento de poder aos latifundiários. O coronelismo está de volta, mas isso não importa, né? O bom é que a mulher está na frente, assim como o primeiro presidente afro-descendente dos EUA, que se elegeu por puro imperialismo cultural e hoje tem 84% de reprovação. Votar por questões físicas não leva nada a lugar nenhum. E todos sabemos que a eleição de Dilma não reflete no desejo do país, que quer algo melhor, e não o assistencialismo do PT. Lula disse em vídeo que a compra de votos em época de eleição com cesta básica é justifica, por que a maioria dos brasileiros pensa com a barriga e não com a cabeça. Foi ele quem disse! Este é o reflexo verdadeiro da vitória de Dilma: O assistencialismo, o melhorismo!
3) O senhor aborda o Tea Party, como um crime, uma quadrilha, uma organização criminosa e terrorista, quando na verdade, não é. Pensar e criticar é um direito, respeitar é um dever. Ninguém é obrigado a concordar com tudo o que a mídia coloca no ar, basta mudar de canal. Eu sou favorável ao casamento homossexual, mas outra pessoa pode não ser, e isso não a impede de criticar o casamento gay. O que não pode ocorrer é o desrespeito, mas criticar e pensar sim, pode! É que no Brasil, quem critica e pensa é fascista, né? Lamentável!
E tem mais: Se o Tea Party fosse tudo o que a esquerda diz, eles já estariam presos, pois a lei é bem clara e objetiva quanto ao quisito "preconceito".
É isso! Sei que perdi meu tempo articulando, mas a verdade foi dita!

Abraços,
Iago José
http://joseiago.blogspot.com

Prof. AlvaroX disse...

Caro Iago.
1)Assim como após as eleições de 2006, os grandes meios de comnicação procuram negar tudo o que publicaram durante o pleito. Concordo que a Record está alinhada ao bloco de centro-esquerda. Agora, considerar que a Globo faz o mesmo é, no mínimo, falta de atenção (Lembra da já histórica edição da semana passada sobre o "Atentado da bolinha de papel"?). E quanto as diversas capas de Veja? Diferença de outros tempos: agora a sociedade possui uma rede de tv concorrente; agora possuimos internet!!!! Repressão??? Quando o governo fechou um órgão? Aliás, deveria parar de ficanciar a Veja e a Globo via publicidade!!! Não uso de palavras ofensivas do tipo Reinaldo Azevedo.
2) Aliança com os oligarcas: está é uma questão de verdade e que me leva a refletir de forma mais abrangente. Primeiro nos afastemos da hipocrisia: se o PT se afastar destes que vc citou, os demo-tucanos voariam propondo acordo. Segundo ponto: para muitos intelectuais está aliança da esqueda com os oligarcas foi produto da constatação de que seria impossível ganhar eleições sem o peso deles. Terceiro: considero que a hegemonia (o núcleo pensante) não está com os Sarneys ou Temers, está com PT/PSB/Pc do B. Por último: como não dialogar com figuras que foram eleitas pelo voto popular? Até com o Alckmin foi eleito!! Ideólogos de esquerda? Alguém maduro na política se uliza de métodos foquistas ou das demais estratégias cubanas para ganhar a eleição no Brasil? A Centro-Esquerda ganhou nas urnas!!!! O PSDB ganhou em SP nas urnas!!!! O DEM ganhou no RN nas urnas!!!!
Assistencialismo: isso que a Direita desatenta chama de esmola, incorporou milhões ao consumo e girou a roda da economia. Isso gerou emprego e fortaleceu o CAPITALISMO no Brasil!!! Evitou radicalização Iago!!!!Veja as contradições: na conjuntura, gerar consumo e emprego dá dignidade aos brasileiros, mas dá fôlego ao sistema desigual por natureza!!!
O Brasil não desejou Dilma? Veja apenas está matéria: http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/11/mesmo-sem-os-eleitores-do-norte-e-do-nordeste-dilma-venceria-serra.html
3) Sempre serei contra o preconceito, o senso comum, o racismo, o cinismo, o belicismo, a xenofobia, o elitismo e imperialismo. Por isso sou contra o que se denomina Tea Party. Isso não quer dizer que seja um entusiasta de Obama (imperador de plantão!!!). Agora, como considero a Democracia repleta de contradições, isto é, avanços e retrocessos na conjuntura, vejo eleição de um operário, de um negro ou de uma mulher como bons sinais. Outro dia uma aluna comentou com emoção: "Professor, agora sei que meu sonho de ser presidente pode ser realidade." Somente símbolos tem este poder, concorde você com o simbolismo ou não!!!
Abraços respeitosos. Alvaro.

Iago José disse...

É professor,
Não importa que nós fizemos, o que importa é que eles também fizeram, né?
Esta frase é sempre usada para justificar as cretinices dos petralhas. Se eles fizeram, por que nós também não podemos fazer?
Os outros cometem crimes, o PT só erra, e de vez em quando hein.
Quanto ao Tea Party, o senhor se dirige ao movimento como se fosse inconstitucional, e não é, sabemos disso. A liberdade de pensamento deles está prevista em constituição, e não tem nada a ver comparar eles com Hitler, Mussolini e Cia limitada.
Quanto ao populismo que o senhor defende com o assistencialismo, que segundo diz, gerou empregos e movimentou a economia, só tenho a dizer que entra em outra demagogia complexa, que não cabe a mim, explicar aqui mais uma vez.
Ah, sua aluna disse que agora sabe que o sonho dela de ser presidente pode se tornar realidade?kk.. Bem, é melhor que tire logo isso da cabeça dela enquanto é tempo. Dilma sabe que não é assim, o jogo da politicagem é muito mais valoroso, neste meio como um todo(independente de partidos, do que os sonhos individuais. É triste saber que as pessoas veem essa possibilidade só por que um operário e uma mulher foram eleitors. E as tramóias por trás disso? E o jogo político? Eles são apenas os burros de carga dos verdadeiros intelectauis (pseudo) da esquerda brasileira, eles conduzem a carga dura.
Ah, sim, sem os coronéis não conseguiriam ser eleitos, né?kk.. E mesmo assim eles não representam grande coisa, né?kk
Ok
Abraços