Páginas

2 de abr de 2010

Documento histórico: a imprensa que age como Partido (2)

Defendo a ideia que devemos ler tudo sobre política, sobretudo o produzido por aqueles que sentimos mais asco. A Direita brasileira historicamente foi eficiente e luta para manter tal característica. Ao ler a seção Opinião do Estadão (link: Os contrastes na largada) notamos como este meio de desinformação se coloca como Partido. Notem o último parágrafo:
"É voz corrente que a oposição não tem a oferecer ao eleitorado alternativas às diretrizes econômicas e sociais de Lula. Daí a pobreza do slogan serrista "Vamos juntos, o Brasil pode mais". Por esse raciocínio, não bastaria a Serra a cartada da experiência ante o noviciado da adversária. Ele teria de contrapor também o seu desempenho à esqualidez moral do governo de que ela pretende ser a fiel continuadora."
Mais uma vez os funcionários da família Mesquita tentam organizar o discurso de campanha do PSDB. 
A Esquerda deve ficar muito atenta. Esta campanha será duríssima!!!! 

Nenhum comentário: