Páginas

29 de abr de 2010

Supremo Tribunal Federal decidiu: Torturadores devem ficar livres!!!

Time: Lula é o mais influente no mundo!!!!

Não ligo muito para estas listas organizadas pela imprensa nacional ou estrangeira. O legal é que no tempo do FHC (o original, aquele da estagnação econômica e desemprego, lembra dele?), o PIG vivia divulgando com destaque seus prêmios, homenagens, etc. Por que agora não faz o mesmo com Lula? Por que quando divulga, tenta ridicularizá-lo? POR QUE A IMPRENSA TEM PARTIDO, OU MELHOR, PORQUE O PIG É PARTIDO. É PARTIDO DE DIREITA, A PIOR DIREITA DA AMÉRICA LÁTINA: GOLPISTA!!!
LINK:
LULA: LÍDER MUNDIAL

28 de abr de 2010

Assassino de Malcoln X é libertado!!!

Leia notícia e veja reportagem no G1:

Prisão aos torturadores!!!!

Começou hoje o julgamento no STF. Será que a Alta Corte Brasileira vai autorizar a prisão de agentes públicos que praticaram o ato mais bárbaro:  A TORTURA!! CASO ISTO NÃO OCORRA, A ELITE BRASILEIRA VAI MARCAR MAIS UMA VEZ A HISTÓRIA DO BRASIL COM ALGO NEGATIVO: DEPOIS DE SER O ÚLTIMO A ABOLIR A ESCRAVIDÃO, O BRASIL SERÁ O ÚNICO NO OCIDENTE A NÃO PRENDER SEUS TORTURADORES!!! DEFENDER O JULGAMENTO DOS CULPADOS NÃO É REVANCHISMO, É JUSTIÇA!!!!

PRISÃO AOS BANDIDOS TORTURADORES!!!

21 de abr de 2010

Mauro Carrara: O paralelo entre Dilma e Marta

REtirado do viomundo (http://www.viomundo.com.br/) - 21/04/2010 - 08:54
E Dilma vai virando outra Marta
Teimosia, arrogância e indolência na campanha de 2010
Mauro Carrara

Meu Deus! Chega de “mimimi”, garotada. Quem não sabia? Quem foi pego de surpresa pela operação Tempestade no Cerrado? Quem imaginava céu de brigadeiro na voo de Dilma ao Planalto?
Há décadas, o roteiro de destruição de reputações é o mesmo. E a reação da cúpula de comunicação do PT, o partido sem mídia, é sempre a mesma. Mistura teimosia, arrogância e indolência. Invariavelmente, dá com os burros n’água.
Erudina, por exemplo, fez excelente trabalho na prefeitura de São Paulo, mas foi duramente fustigada pelos jornalões.
O Estadão, por exemplo, pagava um repórter para buscar, durante 24 horas, informações que a prejudicassem.
Alberto Luchetti Neto, sujeito de cultura e talentos limitados, aproveitou a oportunidade e virou peixe grande na imprensa. Fez amigos poderosos.
Pouco depois, virou diretor executivo da Rádio Bandeirantes. Mais tarde, dirigiu o programa do Faustão, na Globo.
Os fatos oferecem uma ideia de como a direita brasileira valoriza o trabalho tático de destruição de imagens. Erundina não fez seu sucessor, e os barões paulistas consideraram ter contraído uma dívida eterna com Luchetti.
Anos depois, Marta Suplicy realizou belas obras à frente da prefeitura paulistana, mas também sofreu pesadíssimo bombardeio da imprensa elito-fascista da Capital.
Em 2008, havia uma memória popular residual dos benefícios obtidos durante a gestão da petista. E, assim, a loura ocupou, de cara, o topo das pesquisas de opinião por meses e meses.
Bastou o primeiro lugar temporário para que os teimosos, arrogantes e indolentes desenhassem a trilha de mais um fracasso eleitoral.
Negligentes, não foram capazes de erigir uma barreira midiática de proteção à candidata. E, assim, todos os rótulos negativos foram novamente (e facilmente) colados à petista, pintada na Internet como “perua”, “vagabunda”, “ladra”, “adúltera” e “incompetente”.
O sandeu Kassab pôde então nadar de braçada, e ganhou de goleada, até mesmo na periferia, tradicional reduto vermelho.
Há várias semanas, denunciamos a deflagração da operação “Tempestade no Cerrado“, logo após o encontro dos barões da imprensa no Instituto Millenium.
Afinal, tudo vazou de imediato nas redações. Os editores foram obrigados a adestrar cada repórter para a ação destrutiva em curso.
Também avisamos sobre a fábrica de “hoaxes” graeffista. E, de lá para cá, dezenas e dezenas de pessoas foram arregimentadas para divulgar peças difamatórias na Internet.
O rapaz do “xerox”, aqui perto de casa, no Brás, já recebeu uma dessas bombas virtuais.
Até a mulher da quitanda já leu. Ela não tem Internet, mas uma sobrinha tratou de imprimir o texto que aponta Dilma como “assaltante de bancos” e “prostituta de guerrilheiros”.
Paralelamente, até os entes minerais já sabiam que a grande imprensa mandaria às favas qualquer escrúpulo, antecipando a campanha serrista. E está aí, na propaganda institucional da Globo (suspensa) e na capa escandalosa de “Veja”.
E, dessa forma, sem qualquer oposição organizada, as forças reacionárias vão colando tudo que há de ruim à imagem de Dilma Rousseff. Vai virando outra Marta…
Há um padrão repetitivo de erros nas ações estratégicas de comunicação do PT e de seus aliados. E são cinco:
- No poder há 7 anos, a esquerda não foi capaz de criar um jornal eclético, multitemático, dirigido às massas ou à classe média leitora. Até os confusos comunistas italianos têm; aqui, não temos nada.
- Tampouco há um portal de Internet, também eclético e multitemático, capaz de difundir a versão correta dos fatos políticos e divulgar as conquistas do governo Lula. A juventude de classe média, por exemplo, é altamente conectada, mas tem a pior visão possível da esquerda.
- 90% dos conteúdos da chamada “blogosfera lulista” circulam dentro dos próprios redutos da esquerda. As denúncias, correções e defesas raramente chegam ao povo votante. Temos de valorizar esses guerreiros midiáticos, mas os resultados, em termos midiáticos, são extremamente modestos.
- Não existe uma ação planejada e efetiva de caça aos difusores de calúnias na Internet. Aparentemente, a esquerda não tem advogados, desconhece a lei e considera inevitável a ação dos criminosos virtuais.
- O PT e seus aliados continuam com medo da imprensa monopolista. Não a denunciam, não a desmascaram. Vergonhosamente ajoelhados, reagem com vagas lamúrias, dirigidas aos próprios algozes. São incapazes de se comunicar diretamente com a população, de modo a desmascarar os barões midiáticos.
Vale lembrar ainda que pouquíssimos militantes têm feito a lição de casa. Entre os comentaristas dos sites dos grandes jornais, a malta reacionária está sempre em vantagem.
Em média, para cada comentário favorável a Dilma Rousseff e Lula, há 10 contrários.
Prova que não temos um Graeff do bem. E que nossos batalhões também são indisciplinados e, muitas vezes, preguiçosos.
Se o destino de Dilma pode ainda ser diferente daquele de Marta, há que se produzir uma mudança no curso das ações de comunicação e propaganda.
Se a candidata não pode ser estigmatizada, é preciso que essa operação de iluminação informativa comece agora, e já.
E esse trabalho de defesa estratégica precisa urgentemente gerar saber político extensivo. Precisa impactar o sujeito do xerox e a senhora da quitanda.
E chega de “mimimi”!

20 de abr de 2010

Momento importante, confuso e tenso!!!

Estou num momento muito importante em minha vida, por isso não venho postando mensagens. Aos poucos volto ao normal!!!

"A vida é feita de escolhas. Como saber se fizemos, fazemos ou faremos as certas?"

14 de abr de 2010

Nova pesquisa aponta: Dilma empata com Serra!!!!

Por que o Estadão sonega a informação até agora?
Link:
Matéria da Folha: Dilma empata com Serra!!!

12 de abr de 2010

FHC = FHSerra

Video no Youtube demonstra a aversão do PIG e dos tucanos (PSDB) pelo povo brasileiro

Link para o video no youtube:
http://www.youtube.com/watch?v=yuXgolrKWjA&feature=player_embedded#

Estadão compara discursos de Dilma e Serra

O jornalão da família Mesquita publicou na net uma interessante "análise do discurso". Compararam algumas palavras (verbos, pronomes e substantivos) e temas dos discursos de Dilma e Serra. Vejam no link abaixo:
Link para o Estadão

DETALHE: VEJAM QUANTAS VEZES SERRA DIZ EU (ATO FALHO? É O OVO DA SERPENTE!!!)
obs: Ovo da Serpente? Cllique no link se quer saber: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos/fd050220035.htm

5 de abr de 2010

O Príncipe dos Sociólogos escreve novamente. Quem o leva a sério?

Aos poucos, FHC (presidente do Brasil entre 1995-2002) entra no imaginário coletivo como sinônimo de penúria, estagnação econômica, desemprego, falta de amor ao que é brasileiro e entreguismo (vendeu algumas das maiores e mais rentáveis estatais do país!!). Além dele, parte da imprensa, fração cada vez menor, sempre disse que ele seu governo foi responsável pela modernização do Brasil, um "choque de capitalismo" necessário para o crescimento  visto no Governo Lula.
Seja como for, ele ainda se considera influente junto à famigerada "opinião pública"  (será que ela ainda existe em tempos de ocaso dos jornalões e crescimento da internet?) e tenta influenciar o debate político.
Neste último domingo, ele esceveu mais um de seus textos "semi-acadêmicos". em "Hora de União" duas marcas devem ser ressaltadas.
Primeira: FHC defende que três figuras foram fundamentais para a redemocratização, todas ligadas direta ou indiretamente ao PSDB (Tancredo, Ulysses e Montoro). E todos os outros? Não foram fundamentais? Brizola? Lula? Freire?
Segunda: defende que o Governo Lula foi um perigo e que uma virtual vitória de Dilma será um perigo maior para a Democracia. Segundo o "príncipe dos sociólogos", o PT teria instalado um capitaismo burocrático e predomínio de um partido, um autoritarismo burocrático com porder econômico-financeiro que pode favorecer o crescimento econômico, e outras pataquadas. FHC nada mais requenta que uma versão conceitual desgastada, muito em voga entre os golpistas da década de 1960 no Brasil e América Latina. Trata-se do conceito de POPULISMO.
A direita clássica que FHC e o grão-tucanato paulista representam não suportam qualquer manifestação de cunho popular e tão pouco a emergência de um líder de massas incontestável. Para eles isto não significa uma expressão legítima de democracia, mas como ameaça ao Estado de Direito.
Oxalá, mantenhamos FHC, FHSerra e todos os seus aceclas mais quatro anos fora do poder. Desta maneira garantiremos mais quatro anos de crescimento econômico, diminuição da desigualdade social, avanços nos sistemas de educação e saúdes públicas!!!!
Link do Estadão:
FHC - Hora de União

4 de abr de 2010

Vox Populi: Dilma se aproxima de Serra

Carta Maior (04/04/10):
"Vox Populi: Dilma sobe cinco pontos entre janeiro e março, atinge 31% das intenções de voto e encosta em Serra, que fica parado nos 34%. O resultado do Vox Populi colide frontalmente com a tendência apontada pelo Datafolha em 27 de março, quando o instituto da família Frias atribuiu um súbito crescimento de 9 pontos ao candidato demotucano, chegando a 36%, enquanto Dilma oscilava negativamente, de 28% para 27%. Mais que nunca neste pleito a pesquisa tornou-se parte integrante da campanha. Uma campanha que promete rivalizar com a de 1989, entre Lula e Collor, no que diz respeito à manipulação do eleitorado pela mídia conservadora."
Links:
http://www.cartamaior.com.br/
Estadão tenta invalidar pesquisa
Folha tenta diminuir impacto da pesquisa (repare no título)

Ilha do Medo


Recomendo a todos os amantes da 7a. Arte mais um grande filme de Martin Scorsese. confesso que fui sem grandes expectativas, visto que este diretor não costuma surpreender em suas produções. Cassino, Os bons Companheiros, Gangues de Nova Iorque são ótimas películas, mas têm o mesmo padrão de enredo, cenas, ritmo. Já Ilha do Medo é diferente. Desde o início o filme é tenso e intenso. Alíás a orquestra dá o tom do som. Aquela orquestra dos clássicos de Hollywood!!! Scorsese traz todos os elementos de um bom filme hollywoodiano: orquestra, um grande astro (Dicaprio), orçamento alto, trama que envolve a história dos EUA (2a. Guerra Mundial, Marshalls, anos 1950), personagens nebulosos, uma fotografia pefeita, uma edição sufocante (é um suspense!!), um final interessante. É um filmão!!!

3 de abr de 2010

"São Paulo cai quatro posições em ranking salarial de docentes"

É o que informa a reportagem publicada na Folha de São Paulo. O governo do estado mais rico da federação paga menos do que os de Roraima, Acre, Maranhão e Alagoas. Este é o "choque de gestão" dos tucanos? Esta é a "eficiência" da Direita? Evitemos que o Brasil sofra com estes "senhores"!!!!
Link para a reportagem:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u715117.shtml

Documento histórico: a Imprensa que age como Partido (3)

"A presidente da ANJ, Judith Brito, fala exatamente o que eu vinha dizendo como crítica. Ela fala: 'Na situação atual, em que os partidos de oposição estão muito fracos, cabe a nós dos jornais exercer o papel dos partidos. Por isso estamos fazendo' (...)
obs: ANJ- Associação Nacional de Jornais.

Link da declaração:
Imprensa é partido de oposição

2 de abr de 2010

Documento histórico: a imprensa que age como Partido (2)

Defendo a ideia que devemos ler tudo sobre política, sobretudo o produzido por aqueles que sentimos mais asco. A Direita brasileira historicamente foi eficiente e luta para manter tal característica. Ao ler a seção Opinião do Estadão (link: Os contrastes na largada) notamos como este meio de desinformação se coloca como Partido. Notem o último parágrafo:
"É voz corrente que a oposição não tem a oferecer ao eleitorado alternativas às diretrizes econômicas e sociais de Lula. Daí a pobreza do slogan serrista "Vamos juntos, o Brasil pode mais". Por esse raciocínio, não bastaria a Serra a cartada da experiência ante o noviciado da adversária. Ele teria de contrapor também o seu desempenho à esqualidez moral do governo de que ela pretende ser a fiel continuadora."
Mais uma vez os funcionários da família Mesquita tentam organizar o discurso de campanha do PSDB. 
A Esquerda deve ficar muito atenta. Esta campanha será duríssima!!!!